Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Detalhe musical #3

por Carlos, em 30.09.17

O ínicio dos anos 90, vivia eu a minha puberdade, adolescência!
A idade dos primeiros amores, a idade da estupidez, também do isolamento, a idade do pensamento egocêntrico em que nos colocávamos no centro do mundo como o ser mais importante e que ninguém nos dissesse o contrário!
Sim esse era eu...
O tema que hoje partilho convosco tráz-me memórias desses tempos, do meu quarto nas águas furtadas de casa dos meus pais! A janela pequena do quarto aberta, a música alta! E eu a altos berros...nada mais interessava!
Recordo-me também do meu sobrinho, infelizmente faleceu precocemente, tinhamos praticamente a mesma idade e nas férias aquele quarto era o nosso espaço de partilha e amizade. Ali revelávamos os nossos sonhos, eramos os melhores amigos e na nossa cabeça um dia, casávamos, íriamos viver com as nossas esposas numa moradia de dois andares! Ficaria um casal por baixo, outro por cima! Tão inocentes... Jamais desconfiamos que a vida não era assim e que nada do que sonhavamos realmente aconteceu!
Este tema faz-me lembrar dele também!
Se pudéssemos voltar atrás no tempo, não ficaria tanto por dizer|
Assim deixo-vos a reavivar memórias ao som de La bouche - Be my Lover

Autoria e outros dados (tags, etc)


Vou votar...

por Carlos, em 29.09.17

onde-votar.jpg

Estamos a dois dias das autárquicas! 
E a minha pergunta repete-se a cada vez que somos chamados a cumprir o nosso dever cívico! 
Quais os valores da abstenção este ano?
Não senti que tivesse havido uma campanha muito inflamada, pelo menos naquilo que a televisão nos mostrou, contudo aqui pela zona percebe-se bem o medo que os partidos, alguns, demonstram perante os Independentes que outrora estiveram no poder!
Rui Moreira no Porto, Narciso Miranda em Matosinhos e Elisa Ferraz em Vila do Conde tem cativado as minhas atenções e estou deveras ansioso por saber qual será o resultado final.
Na entrada da vila vizinha percebe-se que arrancaram um cartaz do Narciso Miranda, li também que o actual presidente de algumas freguesias desse mesmo concelho, candidato independente nestas eleições está a braços com uma queixa-crime por difamação, injúria, preconceito e discriminação, pois  terá sido filmado pelo sistema de videovigilância de um hipermercado do concelho a colocar um cartaz de conteúdo homofóbico durante a madrugada onde o visado seria outro candidato! Portanto é o vale tudo para poderem subir ao poleiro!
Eu já decidi em quem vou votar na minha humilde e pequena freguesia e caso vença, nas próximas eleições apenas voltará a levar com o meu voto se cumprir com o que prometeu!
Mas voltando ao problema da abstenção!
Sou daqueles que acho que deveria ser obrigatório todos irmos às urnas! Foi um direito adquirido e estamos a desperdiça-lo...
Para mim, não adianta alterarem os horários do futebol ou o dia dos eventos nacionais, pois quem gosta de cumprir o dever cívico arranja sempre forma de o fazer e quem não quer arranja as desculpas mais esfarrapadas!
Eu vou votar...e tu?

"Quem não vota perde autoridade moral para se queixar!"
Marcelo Rebelo de Sousa in Jornal da Uma TVI a 23\09\2017

Bom fim de semana.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Detalhe curto #1

por Carlos, em 28.09.17

image.jpg

 Há um mês atrás!

A chefa:
Não quero que os trabalhadores temporários tenham horas a mais dadas à empresa, pois essas não serão pagas! Por isso entras às 9h e sais às 18h!

Ora, até posso entrar mais cedo por vezes, mas tenho feito por saír a horas!

Hoje!
A chefa com um ar cínico e no fim de uma discussão:
No fim eu própria vou fazer a tua avaliação! Tenho reparado que nem um minuto a mais dás a favor da empresa!

Como? Não estou a entender?
E é isto que eu aturo...

Autoria e outros dados (tags, etc)


Entre o sonho e o medo...

por Carlos, em 27.09.17

significado-dos-sonhos1.jpg
Hoje partilho convosco algo que me está na cabeça à anos, mas agora com mais força do que outrora!
É um sonho, não é difícil, antes sim complicado e dá medo!
Um misto...

Desde miúdo que tenho um gosto especial por tudo o que são artigos de papelaria! Lembro-me de quando abandonei os estudos, nas minhas idas ao hipermercado ficava horas a admirar tudo o que era cadernos, canetas e afins. Se pudesse estaria sempre a comprar, mesmo que, não tenha uso para lhe dar!
Os anos foram passando e ao mesmo tempo fui percebendo que existia em mim, talvez, o desejo pouco explícito de abrir um negócio virado para a área de artigos escolares! Só isso poderia justificar o meu encanto...
Um dia surgiu a hipótese de em sociedade abrir uma papelaria e florista! Uma experiência gratificante no sentido que pude perceber a rentabilidade do negócio em si e claro, pude trabalhar no que era meu, muito embora fosse sócio-gerente não renumerado visto ter mantido sempre o outro emprego. Infelizmente não resultou como negócio, acredito que tenha sido a parte da florista a traçar o desfecho, que aconteceu cerca de três anos após a abertura!
Contudo o bichinho continua vivo em mim e agora que me vejo numa situação de emprego precário, em que o mais certo será retomar o subsídio de desemprego que suspendi à três meses, tenho ponderado muito sobre a hipótese de abrir novamente um negócio! Desta vez, só meu, sem parcerias e com a vertente de papelaria, tabacaria e artigos para o lar.
Tenho pensado muito no assunto e ao ficar novamente desempregado irei questionar no centro de emprego as hipóteses de ajuda que poderei ter na criação do meu próprio emprego!
Estarei a sonhar alto?
Sempre fui muito sonhador, mas desta vez o sonho persiste e resiste mesmo com o medo a acompanhá-lo!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Imagem do meu dia

por Carlos, em 26.09.17

AAEAAQAAAAAAAAevAAAAJDE0OGRiODY4LTdlNzEtNGMwMi05Nj 
Alguém avise a minha chefa que...
Não nasci ensinado!
O saber não lhe confere o direito de humilhar!
O cinismo fica-lhe mal!
As ameaças só demonstram não ser digna do lugar que ocupa!
Tenho 37 anos!
Não estamos na escola! (Nem na escola me tratavam assim!)
Mereço ser respeitado, e ...
Ter uma formação especializada!
(Dada por formadores e não por amadores!)

Quanto a mim, procuro não esquecer que...
Preciso de trabalhar!

Não está fácil!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Ouro Verde

por Carlos, em 25.09.17

maxresdefault.jpg
Alguém por aqui é fã desta novela?
Confesso que nem sempre é fácil para mim assistir aos episódios diários! 
Não vivo sozinho e por vezes é complicado dizer que o comando hoje é meu.
Sobre Ouro Verde que se aproxima do final apenas tenho a dizer que foi das melhores novelas a que assisti, pois, ao contrário de outras anteriores, esta teve uma história que evoluía a cada episódio e nunca estagnou no casa, descasa que já é hábito assistir!
O núcleo principal da novela, onde destaco Diogo Morgado e Joana de Verona estiveram fantásticos e conseguiram prender-me desde o início com a história de amor que sobreviveu para além da 'morte'!
Dina Félix da Costa, no papel de Rita consegui arrancar-me umas boas gargalhadas e demonstrou estar à altura do desafio. 
As paisagens, a banda sonora também merecem o meu aplauso.
Agora só espero que o final me surpreenda também!
Dou os parabéns à sua criadora, Maria João Costa que fez um excelente trabalho. 
Olhem que é preciso um bom trabalho para me fazerem gostar de uma novela e esta realmente conseguiu.
Parabéns TVI.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Detalhe fotográfico #2

por Carlos, em 24.09.17

Não foi a cidade que me viu nascer, mas sim o distrito onde se encontram a cidade que me viu crescer, Matosinhos, e a que me recebeu aos 27 anos, Vila do Conde! 
Estou a falar, pois claro, do Porto!
Amo o meu Porto!
Esta foto foi tirada à pouco tempo, nem um mês terá. 
Quis mostrar a um amigo vindo da Colombia, o nosso Porto à noite e recorri ao recinto do Mosteiro da Serra do Pilar do lado de Vila Nova de Gaia para que pudesse ter uma visão alargada do encanto da cidade. De todas as vezes que lá vou. pego no telemóvel e tiro umas quantas fotografias! Até posso repetir o ângulo, mas nunca existirão duas fotografias iguais...
O meu Porto é lindo, não é?

20170830_221411.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)


Detalhe musical #2

por Carlos, em 23.09.17

Para esta semana, o meu detalhe musical recai sobre uma das minhas músicas preferidas, está assim no meu top 5!
Um tema fantástico data de 1994 e que fez parte do filme 'Batman Forever'!
Confesso que ainda hoje quando a ouço tocar na rádio o meu coração dispara.
Muito escrevi, chorei e sonhei ao som deste tema apesar da minha tenra idade à data do seu lançamento.
E vocês tem assim algum tema que vos faça acelerar o ritmo cardíaco?
Deixo-vos então, Seal com Kiss From a Rose.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Olá Outono

por Carlos, em 22.09.17

2fae023155d5f36db40b4691b7724dc9.jpg

É hoje e está prestes a  mostrar-se, pelas 21h02 em Portugal continental dá-se o equinócio de Outono!
Preparados?
Eu, chamem-me tolo, esfrego as mãos de contentamento!
Adoro todas as estações do ano, mas o Outono é a minha preferida!
A chegadas das primeiras chuvas, os ventos fortes, o tom castanho da paisagem, as tardes de domingo em casa a ouvir a chuva cair...delicioso!
Como diz Carlos Drummond de Andrade:
"Repara que o outono é mais estação da alma do que da natureza."
Provavelmente terei alma de Outono!
Sê bem vindo...

Bom fim de semana.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Gula

por Carlos, em 21.09.17

20170921_185026.jpg
Um dos sete pecados capitais, a gula!
Ora não me importo minimamente com isso, mas aqui me confesso, sou tão guloso!
Os dias de trabalho tem sido bem aborrecidos, ainda mais como já referi, ando sem motivação. Contudo assim que chego a casa, eis que sou surpreendido com estes 'cookies' feitos com muito amor e carinho, que fazem imediatamente esquecer o stress do trabalho!
Acho que antes mesmo de os provar, os meus olhos já o comiam!
Não fosse a hora do lanche já ter passado, com uma chávena de chá "marchariam" uns poucos!
Para quem não sabe, são cookies de abóbora e chocolate!
Adivinhem quem pôs a mão naquela metade que ali estava perdida?
Hummm deliciosos!

Autoria e outros dados (tags, etc)


O abismo?!

por Carlos, em 20.09.17

19e8ce28-3c96-4c98-af18-85035cff8a6b.jpg

António Guterres: “O mundo tem medo de uma guerra nuclear com a Coreia do Norte”
“Este é o momento para o estadista”
“Não podemos caminhar sonâmbulos para uma guerra.”

Donald Trump: "Os Estados Unidos têm grande força e paciência, mas se formos obrigados a defendermo-nos ou aos nossos aliados, não teremos escolha senão destruir totalmente a Coreia do Norte"
"O Rocket Man (homem foguete, em português) está numa missão suicida para si e para o seu regime"


Tenho acompanhado com bastante interesse e preocupação o "conflito verbal" entre a Coreia do Norte e os EUA.
Ambos sabemos que são nações lideradas por desiquilibrados, se bem que neste caso específico tenho a opinião de que o Pyongyang está a ultrapassar todas as marcas! 
Como acabará este conflito? Teremos uma guerra nuclear? 
Sinto que estão todos à espera que o Trump dê o primeiro passo, depois disso China, Rússia colocar-se-ão do lado dos Coreanos e o mundo irá sofrer bastante com as consequências de uma Terceira Guerra Mundial em que todos vão querer mostrar o poder nuclear que têm.
Putin na Rússia até pode condenar os ensaios nucleares do maluco da Coreia, contudo eu não acredito que esteja a ser sincero!
Serei só eu a pensar que estamos perante três doidos varridos?
Não estou confiante no futuro que se avizinha!
Estaremos perto do abismo?

Autoria e outros dados (tags, etc)


Persona non grata

por Carlos, em 19.09.17

3540277414_logo.jpg
Faz hoje precisamente três meses que arranjei trabalho, após um desemprego de meio ano, através de uma agência de trabalho temporário! 
Na verdade, fugia deste tipo de agências, mas como encontrei um anúncio que iria de encontro ao que eu queria para o meu futuro e tendo em conta que vinha da área, resolvi arriscar e estou como administrativo de back office em substituição de uma baixa médica que se tem prolongado!
Desde o ínicio que sei, virei embora assim que o colega regressar, apesar de uma vez ou outra me terem dado esperanças de poder ficar...
Assim que entrei na empresa a formação que me foi dada, deixou muito a desejar e perante um serviço minucioso e de responsabilidade acho que deveriam ser mais exigentes no que toca a formar as pessoas. Encontrei uma chefe que não reúne consenso no interior do gabinete, e que, nota-se perfeitamente tem preferências entre os colegas!
Mas voltando à formação, as primeiras três semanas senti-me um joguete na mão dos colegas e da chefe que à vez me iam explicando as coisas. Primeiro os processos mais fáceis e só depois me ensinariam os mais complicados. Não produzi em condições durante mais de um mês.
Ainda hoje, estou a aprender e a ajustar o trabalho, até porque surgem sempre noções novas que tenho de aplicar e que já deveriam ter sido aplicadas no inicio! Isto deve-se a não me terem ensinado tudo conforme assim que entrei,
Por estes dias, foi destacada apenas uma colega para me dar formação, ou seja, para tirar as dúvidas quando as tiver! Ora até aqui tudo bem, não fosse ela a "persona non grata" do gabinete! Para além de ser a preferida da chefe, é preterida por todos os colegas que não gostam do ar de arrogância com que dia após dia nos enfrenta. Eu próprio já percebi, na pele, que não é uma pessoa fácil no trato e que tenho de aprender a desvalorizá-la para não ter que responder mediante a forma como fala para mim.
Não é assim que se formam as pessoas e pior, não é assim que se tratam os funcionários.
Relativamente à função, com o actualizar das informações,sim, porque todos os dias há algo novo que não estava a ser feito e que a partir de agora terei de fazer, sinto que cada vez percebo menos!
Foi a primeira vez que me vi desempregado, por isso, arrisquei ao fim de seis meses, mas acho que deveria ter esperado mais um pouco a ver se encontrava algo melhor!
Eu é que preciso de trabalhar, é verdade. Mas não estou feliz!
Sinto-me preso e a sufocar.

Autoria e outros dados (tags, etc)


10 anos...

por Carlos, em 18.09.17

Amor é fogo.jpg

Hoje é um dia especial!
Fazemos dez anos que nos conhecemos, dez anos que trocamos o primeiro beijo.
Mas que história, um dia falarei aqui da forma como nos conhecemos! Em tempos de internet, utilizamos a forma mais arcaica para fazer cruzar os nossos caminhos! Eu sei, eu fui o mentor...
Dez anos de namoro, nos quais, 8 são de vida em comum!
Parabéns a nós...
Se tem sido doce? Já foi mais... 
O último ano tem-nos colocado à prova, um teste que ainda não estará verdadeiramente ultrapassado!
Mas eu sei que é amor o que sentes por mim, eu sei não consigo viver sem ti!
Amo-te muito.
Vamos festejar? 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Detalhe fotográfico... #1

por Carlos, em 17.09.17

Se ao Sábado será dia de música por aqui, ao domingo opto pela fotografia!
Memórias fotográficas não me faltarão para partilhar convosco, logo eu, um amante da fotografia!
Acho que foi carreira que deixei escapar.
Para um primeiro post dedicado então à fotografia, trago-vos uma memória sensivelmente com um ano, disparada aqui bem perto de casa, na praia!
Para mim é um dos espectáculos mais bonitos que a natureza nos oferece...o pôr-do-sol!
Adoro...
Outrora fiz uma colecção de postais de diversos pontos do país com essa paisagem, contudo deixei morrer a motivação de continuar a coleccionar! Mas a paixão por este momento fantástico do dia ficou sempre!
Por muitos tido como um momento romântico, não é de estranhar que muitos noivos façam uma sessão fotográfica no dia do casamento usando o anoitecer como paisagem.
Para mim é um momento fantástico, para a sós, buscar energia para enfrentar novos dias e batalhas!
E neste dia, a minha vida passava por uma fase bastante turbulenta e apenas o mar e o pôr do sol para me acalmar.
Aqui fica o meu primeiro detalhe fotográfico.

FB_IMG_1504136199934.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Detalhe musical... #1

por Carlos, em 16.09.17

Ao sábado uma música!
Esta será uma rubrica semanal onde partilharei um som que me tenha marcado em algum momento da minha vida! 
Recente ou mais antigo, serão bocados da minha história de vida.
Para hoje...

Finais do ano de 1996, andava eu no 10º ano de escolaridade, vibrava ao ouvir este tema e não descansei enquanto não consegui a letra da música! Este tema transporta-me para o recreio daquela escola secundária, para os corredores marcados por anos e anos sem obras de manutenção! Oh saudades...
Na altura a internet era um luxo que não chegava a toda a gente e para meu contentamento uma colega de turma, a Tânia (nunca mais soube dela), rasgou uma folha da revista Bravo onde vinha a letra desta música e deu-ma! Sabia que eu ficaria contente...
São memórias passadas, pequenos nadas, nunca  esquecidos!

Autoria e outros dados (tags, etc)


O dedo na ferida...

por Carlos, em 15.09.17

O tema é polémico e pode desencadear até um aumento do ódio existente por esta comunidade que nunca se conseguiu integrar, os ciganos! 
Podemos falar em aproveitamento político, é certo, mas André Ventura apenas exprimiu o que toda a gente pensa!
Chega de facilitismos, chega de se acharem donos de tudo, chega de ameaças para passarem à frente nas filas e afins! 
Chega deste clima de medo que espalham e acabam por incutir no resto da população!
Se foi o momento certo ou não, espero que estas palavras ganhem espaço no debate público e que os nossos políticos de uma vez por todas encontrem estratégias para integrar esta comunidade ou então cortar bem rente com os infractores!
Transcrevo em baixo muito do que foi dito por este candidato à câmara de Loures!
img_770x433$2016_10_04_18_45_46_1165505.jpg
"Vou-lhe ser muito direto: eu acho, e Loures tem sentido esse problema, que estamos aqui a falar particularmente da etnia cigana. É verdade que em Loures há mais, com uma multiculturalidade grande, mas em Portugal temos uma cultura com dois tipos de coisas preocupantes: uma é haver grupos que, em termos de composição de rendimento, vivem quase exclusivamente de subsídios do Estado, outra é acharem que estão acima das regras do Estado de direito. 
Cumprir com as regras de habitação social. Eu tenho imensos relatos em Loures de situações em que são ocupados imóveis ilegalmente e a câmara nada faz para os tirar de lá. Porquê? Porque seria racismo e xenofobia. Mas não é racismo, é fazer cumprir a lei. Você vai à Quinta da Fonte a qualquer hora do dia e vê pessoas a ocupar o espaço público no meio da rua. Nos transportes públicos é a mesma coisa: vários munícipes queixam-se de pessoas de etnia cigana que entram nos transportes, usam os transportes e nunca pagam, e ainda geram desacatos. Quem está a pagar isso somos todos nós. 

Essa é que é a questão. Dizem-me muitas vezes: “Se os tira de casa, eles vão acampar para o meio da rua ou para a porta da câmara municipal.” É preciso esclarecer o seguinte: o Estado de direito não pode ter medo de grupo nenhum nem de minorias nenhumas, tem de estar acima de tudo. As pessoas ditas “normais” ou da “maioria”, se não pagarem a sua casa ou a sua renda, não são despejadas? A ideia de maioria e minoria inverteu-se a partir do momento em que as minorias se tornaram minorias de privilégio. Isto tem de acabar. A etnia cigana, quer em Loures quer no resto do país, tem de interiorizar o manual do Estado de direito. E o Estado de direito não pode ter medo deles, independentemente das consequências. 

Para mim, é um problema de igualdade. Temos de ser todos tratados como iguais. A etnia cigana tem de interiorizar o Estado de direito porque, para eles, as regras não são para lhes serem aplicadas. Há um sentimento de enorme impunidade, sentem que nada lhes vai acontecer. 

Por medo da reação. Por medo de dizerem que estamos a ser “fascistas”, “racistas”, “xenófobos”. Sempre me dei com todo o tipo de etnias. E, por outro lado, o aproveitamento político, sobretudo do espetro da esquerda. Sempre que alguém denuncia isto, acusam-no de racista e começam a falar em políticas de integração. Mas nunca dizem quais. A integração é o quê? Estarem em casas sem pagar, andarem de transportes públicos sem pagar? É não cumprirem a lei? 

Seja em que bairro for, até porque a zona da Quinta da Fonte não pode ser diferente da zona do Infantado, é que todos cumpram o estipulado na lei. Quem não cumpre as regras, não pode utilizar espaços públicos. Se eu vou à Loja do Cidadão e não tiro a senha, não sou atendido. Porque é que fico com a casa se não a pago? A Câmara deve apoiar aqueles que precisam, não aqueles que não querem fazer nada. Famílias que perderam emprego, famílias que têm mais de três filhos e não os conseguem sustentar, famílias que não conseguem satisfazer necessidades básicas devido à carga fiscal… Essas famílias é que devem ser apoiadas pela câmara. 

Tenho medo, evidentemente, mas quando estamos numa candidatura devemos ter a coragem de dizer aquilo que está mal. Nada tenho contra as pessoas de etnia cigana, isto tem a ver com um grupo que acha que está acima do Estado de direito. Eu, como candidato, tenho o dever de denunciá-lo, porque corremos o risco de uma guetização e isso é preocupante: são zonas do Estado em que a ideia de autopoder começa a funcionar. São zonas onde são eles que mandam e não entra polícia… Na Quinta da Fonte, o comandante da polícia diz-me que são chamados lá só para serem agredidos. Não podemos continuar a olhar para isto como se fosse normal."

 Bom fim de semana.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Cliente insatisfeito...

por Carlos, em 14.09.17

a6baad73-04eb-4f9f-8048-2e3b01a8486b_LARGE.jpg

Aconteceu hoje...comigo!
Sempre fui pessoa muito pouco zeladora pelo carro! Para mim desde que tenha gasolina e ar nos pneus é o que importa. muito embora com o passar dos anos fui aprendendo a ter um pouco mais de cuidado!
Hoje enquanto estava no emprego, fui planeando o meu final do dia, precisava de ir às compras e como o meu carro precisava de uma lavagem, juntava o útil ao agradável e tratava do assunto no mesmo local! Isto porque perto do hipermercado existe um arco de lavagem!
Resolvi recorrer à internet para perceber até que horas estaria aberto o espaço onde lavam e aspiram os carros! Certifiquei-me que encerravam pelas 19 horas! Ora como saio do emprego às 18h, daria mais do que tempo e o que é certo é que entrei no pátio da referida empresa seriam umas 18h20!
No momento em que lá cheguei estava um carro a ser aspirado e outro já a sair do arco de lavagem automático, ou seja não havia mais cliente nenhum a não ser eu que acabava de chegar! Excelente, pensei eu!
Só que não...
Apercebo-me de uma funcionária que se chega perto de mim e me informa que hoje não lavariam mais carros!
"Porquê?" - Perguntei eu?!
"Porque encerramos entretanto e ainda temos um carro para aspirar!"
Ora eram 18h20! Não dava tempo para mais uma lavagem?
Convidou-me a regressar amanhã à abertura pelas 8h30!
Só consegui responder que teria de ir a outro sítio o que não se revelou importante para ela perceber que iria perder um cliente!
Poderei estar a ser intransigente, mas se o horário marcava 19 horas, a obrigação não é atender até essa hora?
Então que metam um horário diferente ou a indicação do número de carros que aceitam a partir de certa hora!
Sinceramente, o tempo não me permitiu recorrer a outro espaço para lavar o carro, mas também não me apetece mais lá voltar!

Autoria e outros dados (tags, etc)


"Se um dia alguém..."

por Carlos, em 13.09.17

585882.png
"Se um dia alguém; Perguntar por mim"
Direi sem dúvida alguma que marcaste Portugal e a Europa ao venceres a Eurovisão! Foste o orgulho nacional ao trazeres o troféu que mais nenhum Português conseguiu! Se o mereceste? Eh pá, foi a diferença que fez de ti vencedor! Cantaste em Português, na tua língua, não ousaste misturar o Inglês numa melodia doce e melancólica, com uma presença algo teatral, foi, reunido o que acabou por tocar o coração dos Europeus que te deram a vitória!
"Diz que vivi; Para te amar"
Não direi amor, mas antes apreço e esse foi o povo Português que o demonstrou ao receber-te como um herói! Afinal mais uma vez colocaste o nosso país nas bocas do mundo. E no que toca a mostrar o orgulho no nosso país o Português fá-lo de alma e coração!
"Antes de ti; Só existi; Cansado e sem nada p’ra dar" 
Pois é Salvador, antes da vitória quem eras tu? Já não me lembrava de ti e julgo que muito provavelmente não me voltaria a lembrar! Igual a mim, muitos Portugueses, aqueles que te receberam com aplausos, aqueles que vibraram com a tua vitória também não se lembrariam de ti. Contudo estes foram os mesmos que tocados pela tragédia esperaram pelo fim do concerto de apoio às vitimas de Pedrogão e levaram um balde de água fria com as tuas palavras. Não Salvador, não podes fazer quase tudo! Porque ao achares que o podias fazer, proferiste lamentavelmente palavras que feriram os que te apoiavam, os que como eu aguardavam o desfecho do programa ao som da tua música! Seria o momento alto... Foste tão infeliz!

"Meu bem; Ouve as minhas preces; Peço que regresses; Que me voltes a querer"
E depois? Percebeste o quão desagradável foste e surgiu o teu pedido de desculpas! Se calhar a primeira vez que vi um pouco de humildade vinda da tua parte. Tarde demais...
As pessoas já haviam percebido a tua forma de estar na vida e de fazer piadas e aquelas palavras foram apenas o tiro final que faltava! Não me parece que as pessoas se esqueçam facilmente, contudo, esperamos que tenham memória curta e te voltem, não a querer, mas a ver e a ouvir! Tens de fazer pelo nosso regresso até ti!
"Eu sei; Que não se ama sozinho;Talvez devagarinho;Possas voltar a aprender"
Ensina-nos então, devagarinho, como voltar a olhar para ti de outra forma?! 
"Se o teu coração; Não quiser ceder; Não sentir paixão; Não quiser sofrer;
Sem fazer planos; Do que virá depois; O meu coração; Pode amar pelos dois" 
Neste momento, pelo que se ouve dizer, o teu coração nem por ti próprio tem a força suficiente para amar!
Retiraste-te oferecendo um comovente concerto aos teus fâs, ao qual gostava de ter assistido. 
Dizem que te emocionaste e como vês não foi preciso muito mais para teres os aplausos do público!
Espero que regresses com toda a força, demora o teu tempo, o tempo necessário para te restabeleceres e faz por nos surpreender no regresso para que nunca nos esqueçamos de que foste tu quem marcou a Eurovisão no ano de 2017!
Até já Salvador!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Trabalhar dá-me sono...

por Carlos, em 12.09.17

midia-indoor-tecnologia-notebook-laptop-negocio-tr
Nem toda a gente poderá dizer o mesmo, mas a verdade é que o trabalho dá-me sono!
Bem, não é todo o trabalho, mas este que eu tenho agora é uma autêntica monotonia e então, é ver-me bocejar vezes sem conta durante o dia!
Abracei esta proposta de trabalho temporário porque já estava farto de estar em casa e porque o dinheiro do subsídio de desemprego não esticava.
Á partida, sendo este um serviço administrativo pensei que me fosse sentir em casa!
No entanto a repetição de processos, com desfechos idênticos faz-me entrar em modo "bela adormecida" e quase que bato com a cabeça no teclado! 
Tem sido uma aventura manter os olhos abertos!
Nem o café da manhã e outro após o almoço me deixam mais desperto!
Já lá vão quase três meses disto e o mais engraçado é que entre os meus colegas tenho sido o que mais produz!
É certo que estou com o serviço mais fácil, mas noto que a chefia está contente com o trabalho que vou apresentando.
O meu dilema, se um dia me dizem que querem que eu assine contrato directo com eles e eu já farto desta monotonia vou-me sentir na obrigação de o fazer visto o mercado de trabalho estar tão péssimo!
Ai vida...não sei mesmo o que fazer!

Autoria e outros dados (tags, etc)


16 anos

por Carlos, em 11.09.17

tumblr_ma6r8wPyig1rvhubqo1_500.jpg
A face do terror mostrou-se ao mundo, fez hoje 16 anos!
É um filme? Não é real?
Era real sim senhor!
E o mundo desde então nunca mais foi o mesmo!
O que mudou depois de mais de década e meia?
Nada...
Temos um auto proclamado Estado Islâmico que desafia os seus seguidores a atentarem contra os inocentes, tudo em nome de um Deus, que recuso acreditar que exista!
Temos um ditador na Coreia do Norte que quer mostrar todo o seu poderio nuclear ao mundo, e sabemos nós, não sera da melhor forma!
Estaremos à beira da 3ª Guerra Mundial?
Se acrescentarmos o Putin na Rússia e o Trump nos EUA, não será dificil adivinharmos o futuro!
O mundo mudou drásticamente desde o 11 de Setembro 2001!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/2