Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Isso, para mim, não é diversão.

por Carlos, em 20.04.18

52.0.JPGDesafio das 52 semanas \\ Semana 16

um-natal-nao-tao-divertido-11359184-211220170133.j

 



O tema do desafio desta semana é muito subjetivo, pois cada um de nós tem a sua definição de diversão e o que é para mim, para ti pode não ser!
Mas já que tenho de responder, aqui vai…

- Sair à noite e beber até cair, isso, para mim, não é diversão! Quanto muito, é vómito, é dor de cabeça, desrespeito pelos amigos e muitas vezes uma noite estragada!
- Destruir o nosso património com graffitis e pinturas ‘rupestres’, isso, para mim, não é diversão! Quanto muito, falta de bom gosto e respeito para com o nosso país! O mesmo se aplica ao vandalismo de caixotes de lixo, paragens de autocarro, do metro…se chamam a isto diversão, queria ver na casa deles!
- Corridas de automóvel ilegais, isso, para mim, não é diversão! Como me posso divertir em colocar a minha vida e a de outros em perigo? A estes a carta de condução deveria passar a ser depois de apanhados, uma miragem!
- Desafios da treta, como inalar um preservativo (o mais recente), saltar do primeiro andar para a piscina e outros tantos aberrantes que vão inundando as redes sociais, isso, para mim, não é diversão! Partam pernas, cabeças, sufoquem à vontade, mas não me aliciem, porque nem sequer me vou sentir tentado a participar!

Provavelmente poderia enumerar outros, contudo só me lembro destes! Talvez sejam os mais sonantes e com os quais não concordo, não considero uma forma de diversão! Para tudo é preciso respeito, para connosco, para com os nossos familiares, amigos e mundo em volta.
Já viram se todos nos comportássemos como selvagens?
Isso, para mim, não é diversão!

Autoria e outros dados (tags, etc)


E a tormenta passará...

por Carlos, em 19.04.18

"Não há mal que sempre durenem bem que nunca se acabe". provérbio português que todos conhecemos e que agora, para mim começa a fazer sentido!

Parece que os longos meses de desemprego estão a terminar para mim, a certeza disso, chegou ontem à noite com um telefonema onde me foram dadas 100% de certezas de que na primeira semana de Maio começarei a trabalhar! Estou feliz e a aguardar tudo isto com muita serenidade até porque vou regressar às origens, ao meu passado, portanto com toda a experiência necessária para abraçar esta oportunidade!
Será um recomeço, bem moroso, que poderá culminar num mar de oportunidades! Mas, calma, um passo de cada vez...
Sim, o tormento está a passar e coisas boas estão a chegar, vale a pena acreditar!

 

Ontem passamos a tarde no Porto, no regresso a casa ele sugeriu um local priveligiado para ver o mar que se tem mantido revolto por estes dias! Segundo as notícias galgou as margens em certas zonas da cidade. Tiramos as fotos que hoje partilho convosco, espero que gostem!
Desktop.jpg
(Fotos tiradas no Castro de São Paio, na costa de Vila do Conde)

Autoria e outros dados (tags, etc)


A sério IEFP?

por Carlos, em 17.04.18

unnamed.jpg

 

Hoje ao chegar em casa, tinha uma carta do centro de emprego na caixa de correio que, muito resumidamente, sim porque eles gostam de complicar, dizia o seguinte:
 "...sua integração na ação de formação profissional, (formação de Inglês)...informa-se que durante o período correspondente à sua participação na referida ação, continua sujeito aos deveres de Procura Ativa de Emprego...."

Apeteceu-me responder-lhes:

"Meus caros amigos do IEFP,
Desde já agradeço a vossa preocupação em reforçar a ideia de que temos por nós próprios procurar emprego, porque infelizmente da vossa parte a única chamada que tive a este nível foi para me sentar na cadeira e dois minutos depois me mandarem embora visto a vaga ter sido preenchida! Depois mando a factura do combustível...
Considerando que estive na sessão de acolhimento desta ação de formação, percurso de Inglês, percebi que não estaria isento da procura ativa de emprego, portanto continuei como sempre nesta busca incessante, já que à partida não poderei contar convosco para me ajudar!
Portanto, se estive presente, para quê o envio desta carta? Tem de fazer uma melhor gerência do economato e o envio desta carta tem custos, não tem? Precisam de alguém para gerir essa parte? Estou disponível...para já!
Adiante...
Mesmo sendo eu um individuo cioso dos meus deveres, sob pena de me cortarem o subsídio de desemprego que é meu por direito, sinto que lhes devo fazer uma pergunta:
Diariamente saio de casa por volta das 8h da manhã, para ter uma formação de Língua Inglesa que tem a duração de quatro horas, chego a casa depois das 13h! Como vocês sabem ou deveriam saber, à noite tenho outra formação de Técnicas Administrativas das 19h às 22h, para a  qual saio de casa por volta das 18h e só regresso bem depois das 22h! Alguns dias tenho uns trabalhos de casa para fazer, fichas para preencher, diálogos para terminar... Ainda assim consideram que tenho o dever de continuar a procura ativa de emprego?
Agradeço uma resposta para o meu e-mail pessoal em sistema, assim evitamos estes gastos desnecessários com o papel! Mas que chegue a tempo, pois se demorarem tanto como demoram a arranjar-me um trabalho, bem posso esperar sentado!
Cumprimentos;
Carlos"

Felizmente este tormento parece estar a terminar e ficarei livre disto muito em breve, contudo a olhar o meu exemplo, muita coisa precisa de mudar!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Madame (Spoiler)

por Carlos, em 16.04.18

e79ca8fe-ee43-4b68-baa5-35f3b956a967 (1)Este sábado fomos ao cinema.
Em cartaz diversas opções sobre as quais já tinhamos ouvido falar muito bem, mas ainda assim queríamos algo mais calmo, onde pudéssemos rir um pouco!
A nossa escolha recaíu em 'Madame', uma ‘dramédia‘ romântica bem ao estilo do conto de fadas 'A Cinderela', contudo esta contemplou um pouco a sátira social, os comportamentos e costumes, os amores ilícitos e a violação de normas de conduta entre outras!
É um filme que diverte, com momentos bastante inisitados e diálogos engraçados! Aplaudo o sarcasmo da vilâ assim como o humor da actriz principal. Tem um começo que chega a prometer-nos um desenrolar bem humorístico, contudo logo vemos a comédia a dar lugar ao drama.
A mim incomodou-me o final realista, mas solitário!
Já não existem finais felizes!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


O que há de pior no mundo virtual?

por Carlos, em 13.04.18

52.0.JPGDesafio das 52 semanas \\ Semana 15

199256.420246-camera-de-eco-na-internet.jpg

 

A verdade é que o bom que tem o mundo virtual, onde passamos grande parte do nosso tempo, onde nos divertimos, pesquisamos, pagamos as nossas contas, simplificamos a nossa vida, por outro lado, é por lá que também obtemos o pior a vários níveis, até do ser humano!
O mundo virtual tornou-se uma arma perigosa, mas muitas vezes, pouco percetível aos olhos de quem a utiliza! Senão vejamos, a dependência por parte de muitos utilizadores que a preferem em detrimento das relações sociais! Alguns acusam mesmo sintomas de depressão e ansiedade quando se afastam temporariamente do virtual. Contra mim falo, em tempos passados era imenso o tempo que passava diante o monitor do computador, contudo com o passar dos anos fui aprendendo a saber separar os dois mundos e a dar valor ao que realmente nos acrescenta, as relações pessoais de carne e osso!
Com o virtual as pessoas tornaram-se também menos inteligentes, atenção não é um insulto, apenas uma constatação perante um facto! Perguntem-se, a quem recorriam no passado quando uma dúvida surgia? À enciclopédia que estava guardada no móvel da sala, na biblioteca da escola, aos avós, ao pai, à mãe e o que descobriam? Até terem a resposta pretendida liam muito mais do que o pretendido, ouviam a história do princípio ao fim! Como se passa com o virtual? Amigo google, diz-me lá em que ano morreu Sá Carneiro? Aparece 1980 logo em relevo, acabamos por não perceber que o que originou a sua morte foi um acidente de avião! Entendem o que quero dizer?
Ainda assim nada disto bate o pior que podemos obter da internet, a falta de paciência do homem, que prefere humilhar ao invés de procurar conversar, que critica sem dó nem piedade, que aponta o dedo, que desrespeita!
Triste o homem que precisa de um teclado e um monitor para se fazer notar e preencher as imensas lacunas de uma vida!
O mundo virtual tem muito de bom, mas de mau também, sabermos resguardarmos-mos, agirmos com a própria de forma controlada e cívica sem nunca desvalorizarmos as relações pessoais é a melhor forma de lidarmos com ele e obtermos um retorno positivo.
E para vocês, o pior do mundo virtual é?

Autoria e outros dados (tags, etc)


Os nossos velhos

por Carlos, em 11.04.18

trabalhar-online-nunca-e-tarde.jpgOs nossos velhos estão a voltar à escola! É verdade...
Nas duas formações que estou a fazer e que em conjunto não terão mais do que 40 formandos, os que tem uma idade bem acima dos 50 serão aproximadamente uns 10, sendo que dois ou três já ultrapassaram a barreira dos 60!
A palavra 'velho' aqui em nada tem a ver com a idade do formando em si, mas sim com o facto de andarem de formação em formação porque efectivamente são velhos para trabalhar, vai daí o IEFP manda-os tirar estas formações para se manterem ocupados, porque o programa do governo a isso obriga, mas com a noção perfeita que dificilmente estas pessoas voltarão a entrar no mercado de trabalho!
Infelizmente o factor idade é um entrave no sucesso com a procura activa de trabalho e percebemos que não existe por parte do governo um incentivo para que se comece a quebrar este flagelo. Preferem antes enraízá-lo ainda mais com o aumento da idade da reforma.
Olho um dos formandos de Inglês, 61 anos, com muita experiência de vida para partilhar, que ali mais não está do que para passar o tempo, prova disso, o rodeio que faz para dar uma explicação seja lá do que for! Demoramos 5 minutos a ouvi-lo dar uma resposta, que em 10 segundos estaria perfeita. E porquê? Porque com esta idade, mestres num saber diferente do nosso, querem fazer prevalecer a ideia deles e misturam uma resposta com uma qualquer experiência... Ou seja, estão ali por estar, desenquadrados, acabam por prejudicar uma turma que até quer aprender.
Não o condeno a ele, mas sim a uma política que não sabe apoiar e proteger os desempregados! Se não o faz aos novos, quanto mais aos velhos?!
Lamento ter de assistir a esta realidade! Um colega de curso com 57 anos e a quem dou boleia, tem-me dito:
"Esta não é a minha àrea! Estou a aprender para quê? Não me vai abrir portas, pois a todas que eu bato nem entreabertas ficam! Olham-nos de soslaio de sorriso amarelo e percebemos imediatamente que o até breve deles, é mais um adeus!"
Triste realidade!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Hello, I'm Carlos

por Carlos, em 10.04.18

Rowan-Atkinson.jpg

Eu tinha-vos dito que assim que começasse a formação de Inglês, o tempo iria ser pouco para 'blogar'!

Comecei esta segunda-feira a dita formação, o que me vai ocupar as manhãs em todos os dias da semana durante dois meses e meio!
Das 9h às 13h, com uma formadora que me faz rir imenso com o seu sentido de humor 'very british' e uma turma de 20 formandos bem dispostos, a ver por estes últimos dias, acredito que vou aprender imenso de uma forma bem divertida! Assim vale a pena, sem aquela pressão enorme de ser bem sucedido, é tudo mais liberal contudo muito sério! 
Mas como eu não sou pessoa de uma só formação, na da noite, técnicas administrativas, começo agora a entrar na fase em que tenho aulas todos os dias das 19h às 22h, imaginem só, neste momento, de Inglês também!
Resta-me aquele bocado da tarde para fazer trabalhos e organizar o portefólio e ainda, não menos importante, procurar trabalho! Sobretudo isso, a busca activa de emprego que teima em não dar os frutos pretendidos!
Dito isto, peço desculpas por possíveis ausências que possam acontecer, como devem imaginar o tempo vai ser escasso, mas terão a minha palavra que farei os possíveis para vos visitar e continuar com a mesma assíduidade nas publicações!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Fui à Expocosmética e não a vi…

por Carlos, em 09.04.18

30414967_10210919950267214_5388914566010765312_n.jOntem fomos à Expocosmética! Ele queria muito ir, uma sobrinha minha arranjou os bilhetes e fomos os três à exposição que ocupava todo o espaço da Exponor em Leça da Palmeira! De manhã já nos tínhamos apercebido que haveria muita afluência, isto porque o trânsito nas imediações era imenso! Estacionamos longe, pelo caminho muita gente na rua e o recinto de exposições estava muito cheio! Ainda pensamos que fosse pela presença da Cristina Ferreira, a apresentadora, mas não, esta apenas esteve presente no dia anterior! E sabem porquê? Não é que agora resolveu apostar na área da cosmética?!
29716891_213694979390625_7275375111354449920_n.jpg

Esta foi a grande surpresa desta exposição ao lançar, como a própria diz, um sonho chamado Vernigel, acrescentando, “o glamour e a alegria da minha marca de estilismo de unhas”.
Caramba não foi desta que conheci a mulher que continua a estar na ordem do dia! Ela é apresentadora, tem uma coleção de sapatos, tem uma revista em nome próprio, tem perfumes, agora os vernizes, com que mais nos surpreenderá?
Acredito que para as outras marcas presentes no salão de exposições, a presença da marca dela terá ofuscado as vendas, contudo, que esta situação não signifique um baixar de braços mas sim uma luta por fazerem sempre mais e melhor!
Enquanto lá estava lembrei-me da nossa amiga Sara Carmo, o blogue dela sempre virado para a cosmética, questionei-me se ela não estaria por lá! (Estavas Sara?)
Fizemos entretanto a volta toda ao recinto, incluindo à parte masculina onde ainda assistimos a um concurso de barbeiros, compramos umas máscaras pretas para fazermos nós próprios uma limpeza à nossa pele e pouco mais viemos embora!
Muita gente significa muita confusão! Muita publicidade entregue significa também muito lixo espalhado pelo chão (o civismo Português!!!)!
Já cansados, ao sair do recinto a chuva que nos molhou até ao carro. Por momentos pensei!
Estava tão bem em casa!
E o vosso fim-de-semana como correu?

Autoria e outros dados (tags, etc)


Lides domésticas

por Carlos, em 07.04.18

o-failing-do-homem-para-encontrar-os-fins-do-prazoQuem por aqui gosta de tomar conta das lides da casa, ponha a mão no ar, ou como quem diz, que se acuse!
Eu não gosto, a sério, limpar para voltar a sujar? Não havia necessidade!
É claro que embora não goste percebo bem a importância de uma casa limpa e bem arrumada, portanto todas as semanas lá tem de ser...mãos à obra!
Hoje não foi diferente e comecei o meu dia à porrada com a Kyara, ou seja, é dia de passar a escova e ela como sempre tenta evadir-se! Ela mia, eu grito... Eu sei, os vizinhos devem achar-me maluco pois sabem que não existem crianças cá em casa!
Para eles, 'quem será a Kyara'?!
A sério esta gata tem quilos de pêlo, portanto podem bem imaginar o estado da minha roupa e da cozinha após a escovagem! Verdade não é de todo um bom cenário... 
Levo o lixo à rua, tomo o meu pequeno almoço, coloco a música a alto e bom som, escolho como banda sonora os 'The Kelly Family', (sou tão antigo) e arregaço as mangas para o resto das limpezas!
A casa não é grande, mas para quem não gosta de limpar, parece enorme, mas ao fim de umas horas nada mais confortante do que a sensação de casa limpa e arrumada, de resto a parte melhor de tudo isto!
Vá agora, a manutenção durante a semana, para sábado voltar à carga! A sério?
Mas quem foi que inventou o pó?
Bom fim de semana!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Os meus sites favoritos na internet.

por Carlos, em 06.04.18

52.0.JPGDesafio das 52 semanas \\ Semana 14 

drupal-commerce-community-large.png

 


Esta pergunta não precisa de uma resposta muito reflectida, pois desde sempre que tenho os meus sites de internet de visita diária obrigatória e desde há 6 meses para cá então é que tenho!
Sempre fui muito atento às notícias nacionais e do mundo, principalmente nos momentos de maior tensão internacional, ou nos casos que envolvam catástrofes ou terrorismo! Contudo não deixo de, diariamente, dar uma vista de olhos nos jornais online, para assim estar a par do que acontece por este mundo fora!
Também gosto imenso de ver o que se vai publicando no facebook pelos meus amigos, daí que de vez em quando percorra a minha cronologia para ver o que alguém vai comer, a ver se tiro ideias para o jantar!
Agora a sério, por vezes partilham-se coisas interessantes e como também tenho uns quantos 'gostos' em páginas de famosos, vou-me divertindo a ver o que andam a fazer, a pensar e sonhar!
Desde há seis meses e devido ao meu regresso a este mundo fantástico da 'blogoesfera', que a página dos blogs.sapo também tem tido imenso destaque diário no meu browser, não esquecendo as vossas páginas que faço por visitar diariamente, mas isso vocês já sabem!
Estes serão então os meus sites favoritos, contudo não posso deixar de falar dos que tem sido obrigatórios ultimamente, os da procura de emprego que faço por visitar mais do que uma vez por dia, respondendo assim aos inúmeros anúncios!
E por aí? Quais os vossos sites favoritos!
Vá não quero saber os perversos!
Menos tá bem!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Um orgulho...

por Carlos, em 05.04.18

cristiano-ronaldo-goal-lebron-zlatan-01-480x320.jp

 

Soube ao fim da manhã de ontem que o nosso Cristiano Ronaldo havia marcado um golaço frente à Juventus!
Para mim é um orgulho perceber que mais uma vez o homem a quem já ditavam o fim da carreira, continua a dar cartas e a dar motivos mais do que suficientes para que seja falado, quando daqui a um século e meio não restarem testemunhos vivos dos seus feitos! 
Este homem, que continuará a orgulhar-nos, já fez história e essa ninguém mais lhe tira!
Parabéns Cristiano Ronaldo, a pé, a correr, ou de 'bicicleta' és o maior, o melhor do mundo!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Reticências...

por Carlos, em 04.04.18

20171118_193017.jpgAinda que exista amor suficiente para partilhar com vários animais que surjam na nossa vida, a verdade é que cada um deles é especial à sua maneira e a passagem deles na nossa vida nunca terá sido em vão!
A Yra surgiu na nossa vida para que olhássemos estes pequenos seres indefesos de forma ainda mais especial e carinhosa!
Por estes dias percorri a galeria de imagens que guardo desde o momento em que ela entrou na nossa vida até ao dia em que se foi e senti assim uma tristeza enorme! Somos seres finitos, tenho plena noção disso, contudo nunca pensei que a visse partir assim tão cedo! Um gato pode durar até 17 ou mais anos, a Yra apenas esteve connosco 8 anos!
É certo que três semanas depois do desaparecimento da Yra, adoptamos a Kyara, uma não substitui a outra, é verdade! Para uns foi muito cedo, para outros o tempo normal! 
A adaptação à Kyara tem sido morosa, pelo menos da minha parte, não por tratar-se de uma 'bebé' que ainda faz asneiras, mas porque a forma repentina como perdemos a Yra ainda está tão presente que me faz recear apegar-me de igual forma e vir a sofrer como sofri em Janeiro quando a perdermos também.
Eu sei, o tempo tratará deste pequeno 'dilema'!
A verdade é que ao contrário da primeira, esta seduz os convidados da casa tamanha é a doçura com que os recebe! Talvez sentindo estas minhas reticências espera que eu adormeça no sofá e devagarinho aproxima-se e lambe-me a cara, como quem quer dizer, estou aqui!!!
Oh se calhar já estou rendido, só ainda não me dei conta disso!

20180327_174852.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)


Homilia Pascal

por Carlos, em 03.04.18

446.jpg

Este domingo, como foi passado em casa de familiares, vi-me obrigado a assistir ao final do dia à homilia Pascal da freguesia!
Preparei-me para todo aquele ritual, que aceito, respeito, mas com o qual não me identifico.Contudo pela primeira vez gostei do sermão dado pelo pároco que a certo momento diz:
"A Páscoa é abraço, podemos não conseguir abraçar tudo, mas abraçaremos todos sempre que for essa a nossa vontade!"
E como o fazemos?
Através do amor, do respeito, do perdão, da liberdade, do dar sem esperar nada em troca, do vivermos de acordo com os nossos princípios em concordância com os direitos fundamentais de todos nós!
Não imaginam o quanto gostei de ouvir estas palavras, porque na verdade todos nós enquanto seres individuais podemos sempre fazer a diferença num mundo, numa sociedade cada vez mais pobre de valores!
Muito homem purificaria a sua alma ao ouvir estas simples palavras, pois ultimamente tenho assistido a um sentido egocêntrico onde muitos limitam o tamanho do mundo apenas ao que os seus olhos alcançam, julgando-se assim o centro do universo!
Pobre o homem que não se dispõe a ver mais além!
Felizes dos que percebem quão grande pode ser o nosso abraço!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Sexta-feira pouco santa!

por Carlos, em 02.04.18

A sexta-feira santa, para mim sempre foi mais um feriado, como qualquer outro, onde o facto de estar colado ao fim-de-semana me dava sempre a hipótese de descansar mais um dia! Era assim quando trabalhava, agora desempregado como devem imaginar, é simplesmente…mais um dia!
Contudo a última sexta-feira de santa teve muito pouca, apesar de toda a sorte que a envolveu! Para nós quase poderíamos afirmar que mais não foi do que uma sexta-feira 13!
Em plena hora de ponta, assim que saia do trabalho, o meu menino viu-se envolvido num acidente de viação que envolveu mais duas viaturas! Sendo que o veículo dele foi o que saiu mais batido…
Conseguem imaginar a minha cabeça assim que pelo telefone o ouço dizer que bateu com o carro e ainda ouço outra voz a perguntar se ele está bem?!
Imediatamente só me lembro de perguntar se ele estava realmente bem, ao que me respondeu que sim, que apenas não sabia dos óculos e que o carro estava destruído!
Saí de casa e fui ao encontro dele, em plena auto estrada encontro-o ainda meio desorientado enquanto aguardava a chegada das autoridades e o veículo num estado lastimável imobilizado mais à frente, o trânsito era enorme!
O depois disto tudo resume-se ao apuramento das responsabilidades que agora, apenas as seguradoras conseguirão deslindar, isto porque entre o meu menino e o condutor que lhe bateu existem dúvidas que podem culminar num 50\50 ou até na culpa do primeiro! Veremos. Certo é que o terceiro condutor, está ilibado de culpas, tendo embatido no veículo do meu menino porque este após o primeiro embate rodopiou! Sim leram bem, a coisa foi feia!
Apesar de achar uma Sexta-feira pouco santa, porque mais uma vez nos vemos a braços com mais um percalço no nosso caminho, já não bastava tudo o que tem ocorrido este ano, na verdade acabamos por ter muita, muita sorte! Pois ao embate que ele levou, podia muito bem não ter saído ileso deste acidente! 
E um pouco mais de sorte, de sossego, de alegria, não?!
Acho que preciso de ir à bruxa!

veraluz_esta_na_altura_de_ir_a_bruxa.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)


Páscoa feliz

por Carlos, em 01.04.18

"Votos de uma Feliz Páscoa para todos!
Que a alegria, o amor e a harmonia estejam presentes nesta celebração." 
easter-day-france.jpg
Embora ache que estes sentimentos que nos invadem, não só deveriam estar presentes nestas épocas festivas, como no ano todo!
Por aqui, o meu menino por tradição gosta desta época e vibra com os doces que tem para confeccionar! Quanto a mim, por tradição, não ligo muito e este ano por sinal a minha família não vai querer marcar a data! Portanto o dia será passado em casa de uns tios dele... 
Vá embora não ligue muito à festa, se me permitem, onde estão as minhas amêndoas? De preferência do tipo 'Cláudias'! Como são caras, pode ser um pacote dos pequenos...eu agradeço!
Feliz Páscoa e já agora feliz Abril.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Fico envergonhado quando…

por Carlos, em 30.03.18

52.0.JPGDesafio das 52 semanas \\ Semana 13

cabeca_na_areia01a.jpg

 

Pessoalmente fico bastante envergonhado quando sou alvo de um elogio, por mais simples que este seja! É claro que fico feliz, principalmente quando percebo que é justo, mas não deixo de me sentir encabulado!
De resto fico envergonhado quando percebo viver num país incapaz de prever e viver alheio ao perigo, agindo apenas quando 'o lobo ataca'! 
Um país com tanta história, com imensos feitos alcançados no passado, deveria estar mais atento, para que não fossem esquecidas tantas conquistas à conta de um Portugal actual que simplesmente parece sobreviver!
Não gosto que sejamos notícia pelas piores razões, pela corrupção, pela negligência, pelas catástrofes que poderiam ser evitadas!
Não esqueço as tragédias recentes na região centro, que culminaram com mais de 100 vítimas mortais à conta do flagelo dos incêndios! Meus amigos, sempre existiram incêndios, sempre houveram vítimas mortais às custas destes, contudo por onde andou a prevenção? Por onde andou a aplicação da lei no que toca à limpeza das matas? Lá está 'o lobo atacou' e Portugal aprendeu...da pior maneira!
E isto sim, deixa-me envergonhado ao sermos notícia pelos piores acontecimentos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


O melhor de mim...

por Carlos, em 29.03.18

Adoro Mariza!
Já o tinha dito, não?
Em Português é a cantora que mais aprecio, da qual faço questão de coleccionar cd's, dvd's e afins!
Não satisfeito, quando posso ainda assisto aos concertos que ela vai dando aqui pelo Porto ou Braga, como acontecerá no próximo dia 30 de Maio no coliseu! Não vou faltar...
Mas mais do que a cantora, os temas com que nos brinda e a mensagem que tenta nos passar!

 


"Também eu estou

À espera de mim
Algo me diz
Que a tormenta passará

É preciso perder
Para depois se ganhar
E mesmo sem ver
Acreditar!"

E eu quero acreditar!

Autoria e outros dados (tags, etc)


English Speaker

por Carlos, em 28.03.18

curso-ingles.pngO IEFP não quer mesmo que eu fique parado em casa, vai daí, chamaram-me para frequentar uma formação de 200 horas de Inglês!

" -Ou aceita, ou terá que justificar muito bem a recusa!"
" -Mas estou a tirar técnicas administrativas pelo centro qualifica e pelo que sei terei 25 horas de Inglês!"
" -E então? Fica com 225 horas certificadas em diversos módulos o que contribuirá ainda mais para o êxito do seu curso!"
" -Pronto, convenceu-me!"

O meu objetivo é encontrar trabalho, mas tendo em conta a lógica da técnica e ainda o facto que receberei o subsídio de alimentação e de transporte, antes isto do que ficar em casa a "ver navios", como quem diz, a procrastinar!
Receio o tempo para cá vir escasseie, mas tentarei manter a assiduidade.

Do you speak english?
Não, não sei, mas vou aprender!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Factor C

por Carlos, em 27.03.18

chefe-funcionario-abrhnacional.jpg

 

Já é do vosso conhecimento que tem sido bastante difícil esta minha procura por um trabalho onde consiga enquadrar-me! As respostas que dou aos anúncios são imensas, mas o retorno é que deixa muito a desejar. Em cem respostas, meia dúzia de entrevistas!
Uma boa média, portanto!
Todo este fracasso tem-me posto a pensar nas leis por detrás do mercado de trabalho e pergunto-me se não seria bem mais eficaz se todas as empresas fossem obrigadas a contratar mão humana, através do centro de emprego?!
E porquê, perguntam vocês?!
Porque através do centro de emprego, as oportunidades chegavam a todos por igual, fosse novo, fosse velho, homem ou mulher, com filhos ou sem eles, casados ou solteiros! E depois eliminava-se para sempre o fator C, ou como quem diz fator CUNHA!
Eu sei, assumo, as minhas maiores experiências profissionais foram conseguidas através de cunhas impostas por familiares ou pessoas conhecidas, portanto contra mim falo, contudo passando pela experiência do desemprego percebo as dificuldades existentes que se agravam com o avançar da idade e com todos aqueles apêndices já mencionados!
O centro de emprego a meu ver deveria ser sempre a entidade mediadora quer para os desempregados, quer para os empregados à procura de melhores postos de trabalho, talvez assim se acabasse com tantas injustiças, não houvessem respostas a anúncios e até entrevistas sem retorno!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Ficção VS realidade

por Carlos, em 26.03.18

still_3_3_790x398.jpg
E quando a ficção sem querer imitou a realidade?
Não queria escrever dois artigos seguidos em que o tema cinema estivesse implícito, contudo por muito que não queira, não me sai da cabeça esta estranha coincidência!
Este sábado, refastelado no sofá, fazia zapping por entre os canais telecine, a ver se algum filme me interessava, parei no tvcine 2! Em exibição um filme Francês, ‘Cuidar dos Vivos’ e eu deixei-me ficar a ver, até porque teria começado há minutos.
E então, vou partilhar convosco o que o filme me mostrou, mas não poderei deixar de dizer o que na verdade eu vi e senti.
Em traços gerais, um jovem de 17 anos juntamente com dois amigos tiveram um gravíssimo acidente! Encaminhado ao hospital, este jovem é sujeito a uma panóplia de exames que culminam com o pior diagnóstico, morte cerebral irreversível! O telefone tocou em casa da mãe, a mesma que recorre imediatamente ao hospital, pelo caminho tenta ainda falar com o marido! No gabinete médico recebem em conjunto a triste notícia de que nada mais haveria a fazer. No entanto, sem tempo de se refazerem do choque, um médico tenta com as palavras mais fáceis num momento tão difícil, perceber se os pais autorizam a que os órgãos do jovem sejam doados a quem neste momento deles precisam! Após umas horas, em que o filme se desenrola fora do contexto hospitalar, os mesmos regressam e aceitam a doação a terceiros dos respetivos órgãos,  com o único senão, de que os olhos deste fossem mantidos intactos.
É claro que do filme muito haveria a falar, existe a outra parte da história, mas essa fica para quem de vocês tiver curiosidade em ver!
Agora vou partilhar convosco o que eu vi na verdade e o que senti, pois inevitavelmente emocionei-me, ainda que… me tenha custado muito mais a realidade!

Numa manhã de sexta-feira no inicio de Julho, corria o ano de 2004, o telefone tocou em casa daquele casal, a mãe atendeu o telefone, onde lhe deram conta de que o filho com 21 anos, que já não vivia com eles tinha tido um acidente e estaria em estado muito grave num hospital da região parisiense.
Esta ligou com o marido, encontraram-se e rumaram ao hospital!
Esta mãe e este pai, a minha cunhada e o meu irmão, não imaginavam sequer o que lhes esperava, nem tão pouco a gravidade com que iriam encontrar o filho, o meu sobrinho!
Chegados ao hospital, imediatamente foram reencaminhados para o gabinete médico e pelo que nos contaram a conversa foi mais ao menos a mesma que pude assistir no filme!
O meu sobrinho estava numa situação irreversível, o acidente projetou-o pela janela do carro e assim que embateu com a cabeça no chão os danos foram de tal ordem que entrou imediatamente em coma, sendo que mais tarde no hospital perceberam que já estaria em morte cerebral!
Na mesma hora, no mesmo local, e como em França a lei dita que terá de haver uma autorização para que haja a doação dos órgãos, foram confrontados com essa possibilidade!
Eu acredito que não deva ser fácil, levo isto quase como após um choque tremendo que é perceber que o filho morreu, é gozar com a nossa cara virem com estas tretas! Pelo menos a quente não deve ser nada fácil entender e tomar uma decisão destas.
Ainda assim, os pais aceitaram doar os órgãos do meu sobrinho com a condição, reparem bem na coincidência, que não tocassem nos olhos do mesmo!
Não vi este filme de ânimo leve, para mim foi quase ver ali o meu irmão e a minha cunhada, até ao momento em que ambos se despedem do filho! Difícil de controlar as emoções.
Vi naqueles pais a dor deles, a mesma que presenciei nos dias seguintes, porque a família que pôde, em menos de 24 horas colocou-se lá, do lado deles, neste momento que foi para mim e continuará a ser dos maiores choques que levei na vida! Pois ali perdi um sobrinho que tinha para mim como mais do que um amigo, um irmão e depois, do lado de cá, em Portugal fui eu que recebi o telefonema, onde logo percebi que o pior havia acontecido!
São coincidências, eu sei, mas confesso que me deixou a pensar...

Autoria e outros dados (tags, etc)